Estilo de Vida

Desabafo: O que me motiva?

Olá Pancakes

Hoje acordei e fiz a minha rotina habitual de sexta-feira: despi-me e fui pesar-me. Mais 300g na balança do que na sexta-feira passada, ou seja, estou a pesar 58,1kg em jejum.

Tive um momento instantâneo de felicidade: “yesss, atingi o objetivo do bulk!”, pensei eu. Mas depois, mil e uma coisas me passaram pela cabeça: “Oh meu deus, estou tão gorda”, “não vou conseguir perder peso a tempo do verão”, “reduzi as calorias esta semana e mesmo assim ganhei peso”, “devia repensar já as macros” e por aí fora.

Sim, de vez em quando tenho pensamentos destes, mais vezes do que gostaria infelizmente. Mas tento sempre contraria-los e, ultimamente, tem ficado sempre 1-0 para Anaísa Vs. Pensamentos estúpidos.

Fui ver-me ao espelho e só via banhas. Outra vez aquela vozinha irritante: “isto foi um desperdício, andaste a comer para ganhar tudo menos músculo. Em 5 meses só ganhaste foi banhas”.

Mas esta voz não é mais teimosa do que eu, certamente que a imagem minha que eu via no espelho estava condicionada pelo número que eu tinha visto na balança, por isso fui medir-me. Medidas iguais, aliás, até estou com menos meio cm na cintura.

Mas as vozinhas continuavam, continuava a pensar que tinha voltado à estaca zero, que estes 58kg eram os mesmos 58kg que tinha há dois anos atrás.

Mas estes pensamentos tagarelas não me iam vencer e é exatamente por isso que estou a escrever este post.

Podia muito bem ir fazer scroll em contas de instagram de “fitness divas”, pensar em como desejo ter um corpo daqueles e que nunca vou conseguir por mais que tente, ou podia pensar que todo este esforço foi em vão e ir afundar-me em gelado porque estou deprimida e a comida conforta-me.

Mas não. Mais uma vez: 1-0 para Anaísa Vs. Pensamentos estúpidos.

Fui ver fotografias minhas antigas. Fotografias de há dois anos. Não encontrei mais antigas, só as do verão de 2014 em que já tinha chegado aos 56kg. Olhei para as fotografias e pensei: “tenho mais 2kg mas eu não estou assim, disso tenho a certeza”.

Vesti um biquini, pus-me à frente do espelho e tirei uma fotografia. Fiz a comparação e eis o resultado.

BeFunky Collage

A da esquerda sou eu, em agosto de 2014 com 56kg. A da direita sou eu, hoje de manhã, depois da balança me dizer que estou a pesar 58kg, mais dois quilos do que na imagem anterior.

É incrível como durante imenso tempo e, confesso, de vez em quando ainda hoje em dia, deixo que um número mexa com a minha cabeça, com a minha motivação, com o meu progresso.

E é assim que eu me motivo, comigo própria. E sempre defendo que nós somos a nossa própria motivação. De que valia ir ver instagrams de miúdas, que provavelmente nem têm o corpo que publicam nas redes sociais, e ficar mais deprimida? De que valia ir afundar-me em comida e desistir? De nada! Porque sou mais forte que esses bichinhos que teimam em entrar na minha cabeça e fazer-me duvidar de mim e do que já consegui até hoje.

Isto serve para mim e para todos vocês que têm dúvidas, que questionam se tudo pelo que lutaram até aqui valeu a pena. Uma coisa eu vos digo: vale sempre a pena. Tudo o que fazemos por nós próprios vale a pena porque, no final de contas, somos a única pessoa com quem sabemos que podemos contar de verdade.

Apaixonem-se pela jornada e não desistam, porque não há nada mais reconfortante do que olhar para trás e ver tudo o que já conquistamos, fruto do nosso suor e dedicação.

Não desistam, seja qual for o capítulo em que se encontram.

Um beijinho,

Anaísa

 

Anúncios

3 thoughts on “Desabafo: O que me motiva?

  1. Isto foi tão bom de ler. Guardei nos “favoritos” para poder reler quando tiver momentos desses também (que infelizmente parecem não desaparecer!)
    Os resultados são mais que visíveis! Não desanimes. Tenho a certeza que os teus objetivos serão cumpridos!

    Gostar

  2. São textos como este que me motivam todos os dias a não desistir de MIM Mesma!! Histórias de mulheres reais!! Ainda não vestirei um biquini desses este verão, mas usarei certamente um número abaixo do que o do ano passado 😉 esses “pensamentos estúpidos” também me visitam algumas vezes …mas TU estás fantástica!!

    Gostar

  3. Sabes, Anaísa, todos nós (mas principalmente nós, mulheres) somos constantemente massacrados pelos media com o ideal de um corpo, praticamente desde que nos damos conta que somos gente. E por muito que nos apercebamos de que estamos a ser vítimas de uma manobra de marketing, a violência da mensagem é tão intensa que deixa marcas.

    Eu esforço-me por aniquilar a voz que referes, mas ela ainda está lá, baixinha. E só me traz coisas más. Sinto-me desconfortável comigo mesma, sinto-me feia, sinto-me gorda, pouco saudável e pouco “apetecível”. De facto, foram essas ideias que me fizeram iniciar um caminho no mundo do exercício físico e da alimentação saudável. Mas há sempre coisas que achamos menos boas, que nem por isso têm de ser defeitos. Somos só diferentes umas das outras. Ninguém é perfeito. E o que encanta mesmo é a força de vontade, a atitude e a autoconfiança. Sim, encanta os que te rodeiam. Mas só pode existir a partir de ti.

    Ultimamente sinto-me numa fase em que me redescubro e começo a encontrar uma força interior de cada vez que “quebro” para mim um estereótipo. Não sei explicar bem mas é muito libertador. Coisas mínimas, tipo não ter a depilação feita e estar de calções (que nojo, não é?). Não usar soutien. Ter uns quilinhos a mais mas não deixar de usar determinadas roupas. Coisas que tais. São coisas que me deixam a começo apreensiva, mas que me dão um prazer de saber que faço o que bem me apetecer. Assim como acho libertador ver pessoas com um extremo excesso de peso a darem o litro na passadeira, 100% nas tintas para quem está a olhar. Isso inspira-me tão mais do que capas de revista.

    O caminho que fizeste até aqui é o teu caminho. É claro que é maravilhoso ver o progresso, mas não deixes que seja esse o teu único impulsionador. Não precisas de comparações. Nunca estarás em paz com o teu corpo se não olhares para o espelho com olhos de ver. Continua!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s