Fitness

SUPLEMENTAÇÃO: Whey Protein

Olá Pancakes

Ultimamente tenho recebido algumas questões acerca dos suplementos que tomo, mais precisamente, em relação à whey protein.

A whey é uma proteína extraída do soro do leite com alto valor biológico. É também rica em glutamina e BCAA fornecendo aminoácidos essenciais ao corpo para a recuperação e desenvolvimento muscular.

Este é o ÚNICO suplemento que consumo e comecei a tomar, por indicação no ginásio, logo após o treino quando ainda nem contava macros.

Hoje em dia continuo a consumi-la logo após o treino acompanhada com uma banana devido, apenas, ao facto de que é uma coisa prática e também porque tenho sempre fome quando acabo de treinar e só costumo almoçar passado uma hora, uma hora e meia.

A whey não é uma suplementação obrigatória, ela é apenas isso: um suplemento e não um substituto de alimentos. Apenas serve para ajudar a que atinjamos as metas de proteína diárias necessárias se não as conseguirmos atingir através do consumo de carne/peixe/ovos.

Eu consumo a whey por dois motivos: gosto do sabor que dá às papas e às panquecas e é prático para consumir depois do treino quando sei que só terei oportunidade de fazer uma refeição mais completa passado um bom bocado.

Antes de começarem a tomar este suplemento precisam de, primeiro que tudo, fazer uma análise da vossa alimentação e perceber se consomem proteína suficiente (2g de proteína por quilo corporal costuma ser a estimativa inicial). Se já consomem este macronutriente nas quantidades necessárias ao vosso corpo, não vejo qual a necessidade de utilizarem este suplemento. A menos que queiram fazer como eu, que como menos carne/peixe/ovos para poder encaixar a whey nas papas e nas panquecas eheh. Não tenho qualquer problema em atingir as metas de proteína através da comida “a sério”, mas prefiro utilizar a whey para dar sabor a algumas receitas e enriquecê-las com proteína porque, ainda por cima, sou bastante gulosa e faço muitos snacks doces.

Quando tomar a whey protein? 

É indiferente! Muito corria por aí a ideia de que a whey devia ser tomada 30 minutos após o treino, dentro da “janela anabólica” para não serem perdidos os ganhos. Bla bla bla, mito.

Este estudo comprova que o timing da toma da whey não é relevante para alteração da composição corporal. Não foram concluídas alterações na força e massa muscular dos intervenientes do estudo, tanto no grupo que tomava whey antes e logo após a prática de musculação, como no grupo que tomava whey fora de horário do treino.

Ou seja, mantenho a minha opinião de que não importa se tomamos a whey logo a seguir ao treino ou não, se comemos uma refeição uma hora depois ou três horas depois, o nosso corpo está receptivo à proteína até 36 horas depois de fazer exercício, portanto tudo o que comemos nesse espaço de tempo é absorvido de igual forma pelo organismo.

Não se preocupem tanto com o que comem imediatamente após o treino, preocupem-se com o que comem no vosso dia-a-dia, no final do dia é isso que conta.

Deixo-vos mais dois artigos interessantes aqui e aqui, um que revela um estudo referente ao facto de a suplementação com whey não ser assim tão importante e outro relativamente aos aminoácidos presentes neste suplemento, principalmente a leucina que desempenham um papel fundamental na síntese proteica.

Espero ter sido esclarecedora, de uma forma simples e coerente.

Um beijinho,

Anaísa

 

Anúncios

3 thoughts on “SUPLEMENTAÇÃO: Whey Protein

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s