Estilo de Vida

ALIMENTAÇÃO: Refeição do lixo ou “Cheat Meal”

Olá Pancakes

Infelizmente uso a expressão cheat meal mais vezes do que gostaria porque, na verdade, acho horrível considerar qualquer comida “lixo”. Uma das minhas resoluções para 2016 é exatamente a de deixar de rotular uma refeição como “refeição do lixo” só porque acontece fora do meu plano alimentar habitual.

Porque é que se jantarmos um hambúrguer cheio de molho e batatas fritas temos que rotular essa refeição como “refeição do lixo”? Hambúrguer é uma comida como qualquer outra, batatas idem. São mais calóricas face a um prato proporcionalmente igual de frango com batata doce? Sim. São menos nutritivas? Talvez. Mas não deixam de ser comida.

Quando me iniciei neste estilo de vida fazia uma dieta muito restrita e, durante toda a semana, só pensava no fim de semana para, finalmente, poder ter a minha refeição do lixo. Era como se fosse uma recompensa por me ter portado bem durante a semana toda. O problema é que quando chegava a tão desejada altura, uma refeição do lixo transformava-se em dia do lixo e eu basicamente comia tudo o que me apetecia sem qualquer controlo.

Para ser sincera, isso nem prejudicou muito os meus resultados pois eu continuava a emagrecer, mas o sentimento de culpa no dia a seguir consumia-me de tal forma que, se fosse preciso, passava o dia todo quase sem comer e ia horas para o ginásio na esperança de perder todas as calorias a mais que tinha ganho no dia anterior.

Hoje em dia, não acho que faça sentido fazer uma “refeição do lixo” (ainda que odeie este termo continuo a chamá-la assim, fogo). Eu como algo fora da minha rotina alimentar quando me apetece, tanto posso numa semana ir jantar duas vezes fora e comer sushi e pizza como posso estar três semanas sem fugir do plano. Já não conto os dias para finalmente poder comer algo que me apeteça muito, se me apetecer como. Obviamente que não como uma tablete de chocolate por dia, mas já não passo vontade como antes passava.

Com a cheat meal aprendi que há muito mais facilidade de cair em compulsão do que se formos permitindo na nossa alimentação um “miminho” aqui e ali quando nos apetece, porque não é isso que vai estragar resultados em 80% do tempo que seguimos o plano à risca.

Na verdade, ainda tenho algum trabalho a fazer neste campo (nomeadamente parar de chamar cheat meal a uma refeição no sushi) e é realmente uma meta para 2016. Ser ainda mais equilibrada e ponderada nas minhas escolhas e saber lidar melhor com uma refeição fora do plano.

Portanto, se fazem cheat meal, se seguem uma dieta demasiado restrita e se passam a semana a pensar no bendito dia em que vão poder comer o que realmente vos apetece e caem em momentos de compulsão, ponderem, primeiro que tudo, deixar de rotular a comida como “lixo” e comecem a permitir-se mais vezes coisas que vos apeteçam, sem grandes exageros. Saibam controlar o que comem, ser ponderados a fazer escolhas e garanto-vos que isso não vai prejudicar os vossos resultados. Pelo contrário, continuarão a vê-los e a nível psicológico serão bem mais saudáveis.

Beijinhos,

Anaísa

 

Anúncios

6 thoughts on “ALIMENTAÇÃO: Refeição do lixo ou “Cheat Meal”

  1. Olá!
    Eu tenho a mesma opinião que tu no que diz respeito ao cheatmeal. De certa forma também passei por fases complicadas: alimentação pobre em quantidade, desejos enormes por doces. E depois o sentimento de culpa e compensação no dia seguinte!
    Agora estou mais estável mas ainda à procura do meu equilibrio!!

    Agora mudando de assunto, tenho uma questão: Costumas comer sobremessa ao fim das refeições almoço e jantar?

    Beijinhos, Adriana!

    Gostar

  2. Olá anaisa 🙂 este ano decidi ir em luta daquilo que me torna feliz, não ter um corpo de sonho por causa dos outros, mas sim um corpo que me faça sentir confiante!! Encontrei o teu blog e adorei! Achei super inspirador! Queria que me desses a tua opinião visto que falta de vontade não falta mas informação/conhecimento sobre o assunto está bastante mau…
    Tenho 1,65m e 59/60kg, sou uma ‘falsa’ magra visto que tenho umas boas camadas de gorduras localizadas, e gostava imenso de as deitar abaixo e chegar mesmo a tonificar… Sabes onde posso buscar a informação sobre a alimentação, as várias fases deste longo caminho, exercício…
    Tenciono consultar alguém profissional no assunto, mas em primeiro lugar, queria informar-me!!!

    beijinho e continua com este blog e com a grande inspiração que és ❤

    Gostar

    1. Olá linda! Olha, se queres que te diga não sei mesmo um sítio em concreto onde possas ir buscar essa informação.. Podes procurar por blogs, instagrams de outras pessoas e inspirar-te nas jornadas delas e depois ires tu construindo a tua própria. À medida que vais alterando a tua alimentação e vais vendo como reage o teu corpo vais-te conhecendo melhor e ser capaz de adaptar a ti. Começa por pesquisar na net por défice calorico e contagem de macros e calorias para saberes quanto tens que ingerir, pois pelo que percebi o teu objetivo é perder gordura certo?

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s